quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

VAMOS FALAR SOBRE A FELV?

Atualmente, o Adoção Gatinhos ES possui duas gatinhas portadoras de FeLV que aguardam um lar, Maria Flor e Lua. A FeLV é uma doença exclusiva dos gatos, também conhecida como leucemia felina e pode ser detectada através de exame de sangue ou teste feito pelo veterinário.

Maria Flor é felvinha. Está linda, bem de saúde e gordinha
Um gatinho pode ser FeLV positivo e nunca apresentar sintomas. Mesmo que um dia apresente, eles podem ser controlados.
Os gatinhos que apresentam os sintomas da FeLV - perda de peso, anemia, depressão, febre, problemas nas gengivas, entre outros, precisam de um acompanhamento veterinário constante e controle da imunidade com boa alimentação, medicação específica, para que possam ter qualidade de vida. 

Um gatinho positivo para FeLV pode conviver com um negativo, desde que o que não possui a FeLV seja vacinado - vacina quíntupla felina. São duas doses e um período de espera de 15 dias após a segunda dose. A FeLV só é transmitida de gato para gato, que se dá através de lambidas, secreções, caixa de areia, potes compartilhados, entre outras formas (veja aqui), então, se você tem um cãozinho e adotar um felvinho, não há risco algum. 

Um gatinho FelV positivo pode levar uma vida normal e viver por muitos anos. Como qualquer gatinho, um felvinho precisa de um ambiente seguro, sem acesso à rua, cuidados veterinários, alimentação de boa qualidade e muito amor!

Lua é felvinha, muito dengosa, está em hotelzinho e bem de saúde
Existem gatos que eliminam a FeLV sozinhos. Sim, isso é possível. 
E o vírus não é resistente a ponto de contaminar o ambiente.
Olhe com amor para as adoções especiais! Esses animais precisam de todo amor e afeto.

Para adotar Lua ou Maria Flor, entre em contato pelo email:
adocaogatinhoses@googlegroups.com

Fontes: Ong Adote Um Gatinho, Resgatinhos, Cat Club, Petlove

Nenhum comentário: